Aprender a andar

Utilização do push toy (brinquedo de empurrar) em vez da aranha

Aprender a andar envolve vários sistemas e para dar os primeiros passos, a criança deve ter força suficiente para manter o corpo erguido e capacidade de movimentar as pernas num certo padrão. O cérebro deve ser capaz de enviar sinais ao corpo para ativar os músculos corretos na ordem correta e os sistemas sensoriais devem enviar informações de volta ao cérebro sobre a aparência e sensação do ambiente, de forma a que a criança crie respostas adaptativas e esteja pronta para começar a andar.

A melhor maneira de ensinar o seu bebé a andar é deitá-lo de bruços no chão e deixá-lo aprender a brincar, movimentar e explorar. Nos primeiros meses, o tempo de barriga para baixo é fundamental para ajudar os bebés a alongar os músculos da frente do corpo e para fortalecer o pescoço e a parte superior das costas. Em meados do primeiro ano, começam a empurrar os braços e a ficar de joelhos, fortalecendo a parte inferior das costas, pélvis, quadris e pernas. Todas estas etapas são críticas para ficar de pé e para posteriormente andar.

Cada vez mais surgem diversos equipamentos para estimular esta fase e, portanto, importa saber quais os melhores brinquedos e equipamentos a usar nesta fase e acima de tudo quais os que não são de todo benéficos. 

Nesta categoria temos as aranhas. Além de sérias questões de segurança pelas quais algumas organizações/associações pediátricas bem como profissionais de saúde desaconselham o seu uso (risco de se virar ao contrário/cair nas escadas…), as aranhas não ajudam os bebés a aprender a andar. Na realidade já existem vários estudos que demonstram que as crianças que passam muito tempo na aranha tendem a andar mais tarde do que seus pares. Estes colocam os bebés numa posição não natural na posição em pé e diminuem a capacidade dos mesmos conseguirem ver as suas pernas e pés durante a passada. Restringem ainda a oportunidade de desenvolverem e adquirirem etapas como o gatinhar, passar da posição de sentado para de pé, trabalhar o seu equilíbrio e organizar o seu corpo no espaço.

Desta forma, para aprender a dar os primeiros passos, um push toy/brinquedo de empurrar será uma melhor opção, uma vez que permite que o bebé veja os seus movimentos e pratique a posição em pé, bem como o andar de uma forma muito mais natural.  Pode ser usado muito antes do estágio de caminhada, promovendo brincadeiras no chão. Brincar no chão ajuda o bebé a desenvolver competências de coordenação e processamento visual, bem como força e estabilidade da parte superior do corpo e dos ombros. Na faixa etária dos 9/10 meses, o bebé começa a explorar mais o ambiente e demonstra vontade de se puxar para ficar de pé. Este é o momento perfeito para incorporar um brinquedo deste género.

Comments are closed.