Dificuldades de Aprendizagem Específicas

As dificuldades de aprendizagem específicas dizem respeito à forma como é processada a informação pelo indivíduo. Podem manifestar-se na fala, na leitura, na escrita, na matemática e envolvem défices de linguagem. Estas dificuldades interferem no desempenho escolar destes indivíduos, impactando-os negativamente a nível psicológico, causando ansiedade, frustração e desmotivação.

As dificuldades de aprendizagem específicas são:

Perturbação da Aprendizagem Específica com défice de leitura (dislexia)
Resulta de um défice no processamento fonológico que se observa nas dificuldades de leitura. Estas dificuldades ocorrem no reconhecimento preciso ou fluente das palavras, na relação das letras com os sons correspondentes, na capacidade de soletração e na compreensão do material lido. Também se verificam erros na escrita, como dificuldades de construção frásica e de organização de ideias num texto.

Perturbação da Aprendizagem Específica com défice na escrita (disortografia e disgrafia)
Disortografia
Manifesta-se ao nível de da expressão escrita, nomeadamente na precisão ortográfica, gramatical e da pontuação, na planificação e estruturação de um texto e na organização e expressão de ideias e conhecimentos. Também se podem observar alterações na caligrafia.

Disgrafia
Afeta a componente motora do ato de escrever, influenciando a qualidade da letra, nomeadamente a sua forma, dimensão, orientação, espaçamento e alinhamento.

Perturbação da Aprendizagem Específica com défice na matemática (discalculia)
Engloba dificuldades nas capacidades de aprender, processar e memorizar informação numérica e de realizar cálculos mentais de forma precisa e fluente.

Comments are closed.