Estratégias a adotar e a evitar na leitura

Com as férias a aproximarem-se, contar e ler histórias torna-se uma boa opção para preencher os tempos livres.

O hábito de leitura durante a infância desperta a curiosidade, aumenta a concentração, estimula a criatividade, aumenta o vínculo entre educadores e educandos, desenvolve a linguagem, cria o hábito da leitura, promove a coerência e organização textual, ensina a ouvir e ajuda a interpretar sentimentos.

Assim, de maneira a tornar estes momentos mais enriquecedores, propomos algumas estratégias:

  • Utilizar muita expressividade, suscitando o interesse na criança;
  • Ler e mostrar pequenos pormenores das histórias;
  • Fazer perguntas. Caso a criança não consiga responder, deve-se dar tempo e fazer com que pense sobre a história;
  • Deixar os livros ao alcance das crianças, permitindo que sejam elas a tomar a iniciativa.

Além disso, tente evitar:

  • Ler demasiado rápido. É fundamental reservar tempo para esta atividade, de maneira a dar toda a atenção ao seu educando e a este momento de aprendizagem;
  • Ler histórias que não são do agrado da criança, ou que sejam demasiado complexas para o seu desenvolvimento linguístico; 
  • Ler as histórias de forma monótona e com pouco entusiasmo.

Quando deve iniciar o hábito de leitura? Mesmo antes de o bebé balbuciar, já pode começar a contar pequenas histórias, respeitando sempre a capacidade de compreensão da criança, havendo, por isso, livros para diversas faixas etárias. O mais importante é tornar a leitura de uma história um momento prazeroso, evitando a “obrigatoriedade” e possíveis reações negativas à leitura, influenciando desfavoravelmente o desempenho escolar. 

Tags: No tags

Comments are closed.